Ao focar criação de emprego, BC dos EUA amplia risco de inflação

Para presidente do BC de Mineápolis, Fed deveria reforçar política monetária e não afrouxá-la

Gabriel Bueno, da Agência Estado,

21 de outubro de 2011 | 16h27

O presidente do Federal Reserve (Fed) de Minneapolis, Narayana Kocherlakota, disse nesta sexta-feira, 21, que a tomada inconsistente de decisões e o foco excessivo no mercado de trabalho aumentam a chance de o Federal Reserve enfrentar um problema com a inflação em algum momento do futuro.

Membro votante do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), Kocherlakota disse que a evolução da economia desde novembro, com aumento na inflação e queda no desemprego, sugere que o Fed deve reforçar sua política monetária de alguma maneira, e não afrouxá-la.

Segundo ele, a tomada de decisões do Fed em 2011 provocou "uma falta de clareza sobre sua missão na política monetária". "Parece que o comitê é agora mais tolerante ao risco de uma inflação acima de 2% do que era em 2010", e isso poderia ser uma fonte de problemas no futuro, ponderou ele.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bceuafedinflaçãoempregos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.