Reuters
Reuters

Após concluir aquisição, Bayer irá extinguir a marca Monsanto

Decisão, segundo a Bayer, deve ajudar a deixar para trás algumas preocupações associadas a uma reputação negativa da Monsanto por causa do uso de transgênicos; negócio é avaliado em US$ 63 bilhões

Dow Jones Newswires.

04 Junho 2018 | 10h11

FRANKFURT - O conglomerado alemão Bayer informou nesta segunda-feira que pretende concluir a aquisição da multinacional norte-americana Monsanto na quinta-feira, 07. 

A compra, a maior da história da Bayer, irá dobrar o tamanho de sua divisão agrícola e deverá gerar valor significativo, segundo a empresa. A companhia alemã disse ainda que irá extinguir a marca Monsanto. 

O anúncio vem após uma saga de dois anos iniciada em maio de 2016, quando a Bayer anunciou a intenção de adquirir a Monsanto. O negócio é avaliado em US$ 63 bilhões.

Para atender exigências regulatórias e antitruste, a Bayer se desfez de vários ativos e realizou uma série de operações envolvendo ações e dívida, a mais recente das quais foi uma emissão de direitos no valor de € 6 bilhões (US$ 6,99 bilhões), anunciada ontem.

+ Presidente da Monsanto anuncia saída quando a empresa for vendida para a Bayer

Imagem. A decisão da Bayer de extinguir a marca Monsanto deve ajudar a deixar para trás algumas preocupações associadas a uma reputação negativa da Monsanto por causa do uso de transgênicos, disse a companhia alemã.

A Monsanto atraiu críticas de ativistas ambientais, nos últimos anos, por sua promoção de organismos geneticamente modificados e sua busca por ações legais contra agricultores que infringem regras associadas a seus produtos. O presidente da Bayer, Werner Baumann, afirmou que planeja melhorar o engajamento das partes interessadas e ouvir os críticos da empresa. "A agricultura é importante demais para permitir que diferenças ideológicas paralisem o progresso".

Mais conteúdo sobre:
Bayer Monsanto

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.