Após moratória, petroleiras querem voltar ao Golfo

A indústria de petróleo está se preparando para voltar às águas profundas do Golfo do México após o fim da moratória imposta pelo governo norte-americano, que impedia a perfuração de novos poços na região. O governo dos Estados Unidos proibiu a perfuração de novos poços no Golfo do México depois da explosão da plataforma Deepwater Horizon, em 20 de abril, que matou onze pessoas e acabou provocando um vazamento de 4,9 milhões de barris de petróleo. A moratória foi removida em 12 de outubro. Hoje, a ExxonMobil anunciou que estava preenchendo um documento solicitando autorização para perfurar um poço na região.

AE, Agencia Estado

25 de outubro de 2010 | 20h56

A Royal Dutch Shell, uma das principais produtoras de petróleo e gás do Golfo do México, já solicitou autorização para perfurar um poço no campo Mars e está prestes a enviar mais uma requisição para perfurar no campo de Tobago, de acordo com uma fonte próxima à situação. A Chevron também deu início ao processo para obter as permissões. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.