Após protestos, chilena LAN Airlines suspende voos no Equador

A companhia aérea chilena LAN Airlines anunciou que seus voos que partem do aeroporto Mariscal Sucre, em Quito, no Equador, foram suspensos devido aos protestos e greves no país. Hoje, o governo do Equador declarou estado de emergência após amplos protestos contra a administração do presidente Rafael Correa.

ÁLVARO CAMPOS, Agencia Estado

30 de setembro de 2010 | 17h35

A LAN disse que as unidades de vendas da sua subsidiária LAN Equador nas cidades de Guayaquil, Quito, Cuenca e Galápagos foram fechadas por razões de segurança. Embora o aeroporto de Guayaquil permaneça aberto, os passageiros não estavam conseguindo fazer o check-in, segundo comentou a companhia. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.