Apple admite problemas com iPhone 4 e distribuirá capa

A Apple, respondendo a crescentes críticas sobre o problema de recepção e o design da antena do recém-lançado iPhone 4, admitiu que as ligações caem mais nesse aparelho do que no modelo anterior e disse que vai distribuir capas protetoras como compensação.

ÁLVARO CAMPOS, Agencia Estado

16 de julho de 2010 | 19h43

A Apple "errou" com o algoritmo do sinal do telefone, disse o executivo-chefe da empresa, Steve Jobs, durante uma entrevista coletiva à imprensa. Mas ele negou que haja um problema de design com a antena, mantendo a justificativa da empresa de que o problema é comum em todos os smartphones fabricados por outras empresas. Ele acrescentou que a questão tomou proporções exageradas, e disse que não existe um "antenagate", como o caso tem sido chamado pela imprensa norte-americana.

A Apple já vendeu 3 milhões de iPhones 4 desde que o aparelho foi lançado, no dia 24 de junho, e o equipamento se tornou o produto que vendeu mais rápido na história da empresa.

Inicialmente, a Apple orientou os proprietários do iPhone a segurarem o aparelho de forma diferente para evitar o problema de recepção, depois afirmou que as dificuldades eram culpa de um software. Hoje Jobs se retratou. "Aos clientes que estão tendo problemas, eu peço desculpas", disse o executivo.

Como compensação, quem comprar o iPhone 4 até o dia 30 de setembro vai ganhar uma capa protetora de borracha e plástico que envolve o aparelho. Aqueles que já compraram essa capa (ela custa US$ 29) vão ser ressarcidos. Clientes da AT&T que quiserem devolver o telefone podem receber um ressarcimento total e encerrar o contrato sem multas.

As ações da Apple estão em queda desde o lançamento do novo iPhone, caindo quase 8% da máxima recorde atingida um mês atrás. Hoje elas fecharam em queda de 0,62%, a US$ 249,90. "As ações estão incrivelmente desvalorizadas", disse Brian Marshall, analista da Gleacher & Co.

O analista da UBS Maynard Um estima que as capas distribuídas pela Apple custam US$ 3 para a empresa, e que dá-las de graça cortaria os ganhos do quarto trimestre fiscal em US$ 0,02 por ação. A empresa deve divulgar um ganho de US$ 3,10 por ação quando os resultados do terceiro trimestre fiscal forem divulgados, na próxima terça-feira. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
tecnologiaiPhoneApplecapa protetora

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.