Apple ultrapassa Microsoft e torna-se 2ª maior dos EUA

A empresa de tecnologia Apple tornou-se hoje a segunda maior empresa dos Estados Unidos ao ultrapassar a Microsoft em termos de capitalização de mercado. A empresa fundada por Steve Jobs está atrás apenas da ExxonMobil. A ultrapassagem deveu-se à queda das ações da Microsoft na Bolsa de Nova York hoje.

RICARDO GOZZI, Agencia Estado

26 de maio de 2010 | 20h08

O avanço da Apple ocorre apesar de suas próprias ações terem recuado 0,5% no pregão de hoje, fechando em US$ 244,11. No entanto, os papéis da companhia valorizaram-se bastante em 2010. Antes de ultrapassar a Microsoft, a Apple já havia deixado para trás a gigante varejista Wal-Mart.

A ações da Apple subiram 16% no acumulado de 2010, com os produtos da empresa saindo sem parar das prateleiras e seu mais recente lançamento de grande porte, o iPad, atraindo os holofotes. Um mês atrás, os papéis da Apple alcançaram a cotação máxima de sua história, chegando a ser negociadas a US$ 272,46.

No fechamento do pregão em Nova York, a capitalização de mercado da Apple era de US$ 222,12 bilhões, contra US$ 219,18 bilhões da Microsoft, segundo dados da Fact Set Research. Na virada do ano, a capitalização de mercado da Microsoft era de US$ 270,7 bilhões, contra US$ 189,9 bilhões da Apple. As ações da Microsoft desvalorizaram-se 18% nestes primeiros meses de 2010.

Nos últimos anos, o valor dos papéis da Apple multiplicou-se por 34. No mesmo período, as ações da Microsoft caíram 2,9%. A liderança da ExxonMobil ainda é bastante ampla. A capitalização de mercado da petrolífera é de US$ 277,68 bilhões, com suas ações a US$ 59,31 no fechamento da sessão em Nova York. Para alcançar tal capitalização, os papéis da Apple precisariam ser negociados a US$ 306,00.

De acordo com a FactSet, 34 de 38 analistas consultados deram o equivalente a recomendação de compra e estabeleceram preço-alvo médio de US$ 310,77 para a Apple, com alguns deles sugerindo preço-alvo de até US$ 350,00.

No início da semana, analistas do Morgan Stanley estabeleceram o preço-alvo das ações da Apple em US$ 310,00, com alguns deles cogitando cotação de até US$ 400,00 se os lucros vierem como muitos esperam. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.