Aprovada joint venture entre Embraer Defesa e Telebras

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou nesta quarta-feira, por unanimidade e sem restrições, a joint venture entre a Embraer Defesa e a Telebras na Visiona Tecnologia Espacial. A empresa, com 51% de capital da Embraer e 49% da Telebras, tem o objetivo de conduzir o programa do satélite geoestacionário brasileiro, que deve atuar em transmissões militares brasileiras e impulsionar o Programa Nacional de Banda Larga (PNBL).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.