Aquila entra em disputa com Vale sobre acordo de infraestrutura

Segundo a companhia, a Vale não quer mais embarcar o carvão de Eagles Down a partir de 2012 ou 2013, pelo porto de Abbots Point

Marcílio Souza, da Agência Estado,

23 de fevereiro de 2010 | 09h01

A mineradora australiana Aquila Resources disse nesta terça-feira, 23, que está em uma disputa com sua parceira Vale a respeito de acordos de infraestrutura ferroviária e portuária para o projeto de carvão de coque Eagle Downs, em Queensland.

 

Segundo a Aquila, a Vale não quer mais embarcar o carvão proveniente de Eagles Down, como estava planejado a partir de 2012 ou 2013, pelo porto de Abbots Point. O carvão seria transportado por meio do projeto de expansão ferroviária Goonyella Abbot Point, avaliado em 1 bilhão de dólares australianos (US$ 900 milhões). Em vez disso, a brasileira quer embarcar a commodity pelo porto de Dalrymple.

 

As mudanças deverão provocar um atraso de dois a três anos para a primeira produção na mina, até 2015, por causa da necessidade de ampliação da capacidade em Dalrymple e do recebimento de aprovações necessárias para isso, disse um porta-voz da Aquila.

 

Um porta-voz da Vale na Austrália não comentou imediatamente o assunto. Em dezembro, a Aquila disse que foram oferecidos ao Eagle Down 4 milhões de toneladas de capacidade de exportação expandida no terminal de carvão Abbot Point.

 

A Aquila havia informado que o Eagles Down havia sido selecionado como um cliente inicial para a expansão da ligação ferroviária que iria conectar a infraestrutura ferroviária Bowen Basin até o terminal de carvão de Abbot Point.

 

A Aquila disse que a subsidiária local da Vale, a Bowen Central Coal (BCC), assinou com ela um atestado de princípios comerciais e de compartilhamento de risco. O prazo final para a execução do acordo é sexta-feira, mas a BCC teria alertado a Aquila que não é a favor de entrar no acordo de infraestrutura previamente fechado.

 

A Aquila considera que a BCC esteja em falta com o acordo da joint venture e divulgou uma notificação de default. A BCC não concorda que esteja em default, disse a Aquila em comunicado. A companhia australiana afirmou que continuará tentando resolver o assunto. As ações da Aquila fecharam em baixa de 5,1% hoje em Sydney. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Vale, Aquila, mineração

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.