@Arauco_cl/ Reprodução do Twitter
@Arauco_cl/ Reprodução do Twitter

Chilena Arauco vai investir R$15 bilhões em fábrica de celulose no MS

Empresa anunciou que já assinou acordo com o governo sul-mato-grossense; fábrica terá capacidade de produzir metade da capacidade global do grupo

Peter Frontini, Reuters

23 de junho de 2022 | 10h03

A chilena Arauco anunciou nesta quarta-feira que vai investir US$ 3 bilhões (cerca de R$ 15,4 bilhões) para construir uma fábrica de celulose no Mato Grosso do Sul com capacidade para 2,5 milhões de toneladas e previsão de início da produção no primeiro trimestre de 2028.

A empresa informou em comunicado que assinou "acordo para potencial investimento" com o governo sul-matogrossense. As expectativa é de que as obras da fábrica comecem em 2025.

A fábrica terá capacidade para produzir sozinha metade da atual capacidade instalada global de celulose da Arauco, equivalente a 5,2 milhões de toneladas. A unidade será erguida próxima da cidade de Inocência, a 47 quilômetros de malha ferroviária, afirmou a companhia.

O projeto não é o único de celulose planejado atualmente no Mato Grosso do Sul. A Suzano, maior produtora mundial de celulose de eucalipto, está aportando cerca de R$ 15 bilhões na construção de uma fábrica em Ribas do Rio Pardo, situada a 230 quilômetros de Inocência e com capacidade para 2,3 milhões de toneladas por ano. A unidade deve entrar em operação em 2024.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.