Arcelor investirá US$ 4 bi em 2010; parte no Brasil

Maior parte dos investimentos - US$ 3 bilhões - será direcionada ao financiamento de manutenção

Marcílio Souza, da Agência Estado,

10 de fevereiro de 2010 | 14h12

A ArcelorMittal, maior siderúrgica do mundo, está elevando em 43% seu plano de gasto com investimento para este ano, para US$ 4 bilhões. Cerca de US$ 1 bilhão desse total será focado em oportunidades de crescimento, como a expansão da capacidade no Brasil e a compra de terras na Índia. A maior parte do total de investimentos - US$ 3 bilhões - será direcionada para o financiamento da manutenção, disse o diretor financeiro do grupo, Aditya Mittal.

A empresa divulgou nesta quarta-feira, 10, que teve lucro líquido maior do que o esperado no quarto trimestre do ano passado, de US$ 1,07 bilhão, em comparação com o prejuízo de US$ 2,63 bilhões registrado no mesmo período de 2008. As expectativas dos analistas eram de lucro de US$ 578 milhões. O resultado foi atribuído aos maiores volumes de vendas e maiores preços e marcou o segundo trimestre consecutivo de ganhos depois de um ano de demanda fraca. Além disso, a Arcelor teve nos últimos três meses do ano passado US$ 1,29 bilhão em benefícios fiscais e US$ 1,14 bilhão em rendimento com participações minoritárias em outras companhias.

A receita do período, no entanto, diminuiu 16%, para US$ 18,64 bilhões, de US$ 22,09 bilhões um ano antes. Os ganhos antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) foram de US$ 2,13 bilhões, uma queda de 24% diante do quarto trimestre de 2008, mas um aumento de 34% ante o trimestre imediatamente anterior. O resultado ficou abaixo das estimativas dos analistas, de US$ 2,24 bilhões. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
siderurgia, ArcelorMittal, balanço

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.