ArcelorMittal cobre oferta de rival por Baffinland

A ArcelorMittal elevou nesta sexta-feira a oferta para controlar a Baffinland Iron Mines, cobrindo a proposta da rival Nunavut Iron pelo vasto depósito de minério de ferro no Ártico Canadense, em um acordo no valor de 550 milhões de dólares.

ASTRID WENDLANDT, REUTERS

31 de dezembro de 2010 | 13h54

As ações da Baffinland subiam 2 por cento, para mais de 1,45 dólares canadenses, acima da oferta melhorada da ArcelorMittal, que propôs 1,40 dólares canadenses por ação, sugerindo que alguns investidores esperam que a batalha de ofertas continue.

A ArcelorMittal tem bastante munição se a batalha esquentar: seu capital e equivalentes chegou a 3,5 bilhões de dólares no final de setembro.

Em disputa na luta de ofertas está o enorme depósito de minério de ferro da Baffinland na Ilha de Baffin, no território canadense de Nunavut, norte do país.

Estima-se que o depósito seja grande o suficiente para suprir todas as necessidades da Europa por muitos anos, embora desenvolver a mina de Mary River seja um desafio logístico e ambiental.

Para a ArcelorMittal, que pretende ser 80 por cento autossuficiente no estoque de minério de ferro, uma oferta bem sucedida significaria um acesso mais direto à matéria-prima -- questão importante por causa da oferta global reduzida e da forte demanda das fábricas de aço da China.

Tudo o que sabemos sobre:
SIDERURGIAARCELORBAFFINLAND*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.