ArcelorMittal cortará até 800 empregados na Bélgica

A ArcelorMittal, maior grupo siderúrgico do mundo, informou nesta segunda-feira que dispensará até 800 empregados da área administrativa na Bélgica, como parte de um plano global para cortar até 9 mil empregados. A companhia, que emprega 15 mil pessoas na Bélgica, anunciou programa de demissão voluntária para empregados do setor de vendas, geral e administrativo, no final do mês passado, para gerar economia de até 1 bilhão de dólares por ano. A ArcelorMittal também afastou temporariamente ou cortou horas de trabalhadores da produção em unidades ao redor do mundo, depois que decidiu reduzir a produção em 35 por cento em resposta à crise econômica global.

REUTERS

08 de dezembro de 2008 | 12h22

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASCORTEARCELOR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.