ArcelorMittal tem prejuízo e propõe dividendo menor

A ArcelorMittal, maior siderúrgica do mundo em volume, informou nesta quarta-feira que teve prejuízo líquido de US$ 709 milhões no terceiro trimestre, ante lucro de US$ 659 milhões em igual período do ano passado, devido à queda da rentabilidade de todas as suas divisões. A empresa não divulgava um resultado negativo desde o quarto trimestre do ano passado.

SERGIO CALDAS, Agencia Estado

31 Outubro 2012 | 10h53

Analistas consultados pela Dow Jones esperavam um prejuízo bem menor, de US$ 230 milhões.

A ArcelorMittal, que responde por cerca de 6% da produção mundial de aço, também anunciou que sua receita caiu 18,5% na mesma comparação, para US$ 19,72 bilhões, enquanto o Ebitda recuou 45%, para US$ 1,34 bilhão, vindo acima da expectativa de US$ 1,29 bilhão.

A siderúrgica disse esperar alcançar um Ebitda em torno de US$ 7 bilhões este ano, o que se traduziria em um Ebitda de US$ 1,24 bilhão no quarto trimestre, abaixo das projeções de economistas, de US$ 1,42 bilhão.

Diante do prejuízo do terceiro trimestre, a diretoria da Arcelor propôs reduzir o dividendo anual da empresa em quase três quartos, para US$ 0,20 por ação em 2013, de US$ 0,75 por ação este ano. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
ArcelorMittal balanço 3º trimestre

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.