Área de gás e energia da Petrobrás terá foco em fertilizantes

Conforme plano de negócios, área terá US$ 13,5 bilhões de investimentos

Sabrina Valle e Sergio Torres, da Agencia Estado,

22 de agosto de 2012 | 14h21

RIO - A área de Gás e Energia da Petrobrás focará, nos próximos cinco anos, em produção de fertilizantes nitrogenados, na transformação química do gás natural, na expansão da capacidade de geração de energia elétrica e na ampliação do processamento e da movimentação do gás natural. As informações estão no detalhamento do plano de negócios da empresa 2012-2016, que será divulgado nesta quarta-feira pelo diretor de Gás e Energia, José Alcides Santoro.

A área terá US$ 13,5 bilhões de investimentos, conforme já divulgado no mês de junho. Hoje, a Petrobrás informa que 42% dos recursos vão para o segmento de fertilizantes. A expansão da energia elétrica concentrará 12% dos investimentos. Projetos para expansão da capacidade de processamento e movimentação do gás natural terão 17% dos recursos, e os de regaseificação concentrarão 14%.

São dois os principais projetos em fertilizantes. A Unidade de Fertilizantes Nitrogenados III (MS), com capacidade de produção de 1,2 milhão de toneladas/ano de ureia e 70 mil toneladas/ano de amônia, permitirá reduzir as importações do País na área. A inauguração está prevista para o segundo semestre de 2014. Atualmente, o Brasil importa 59% da ureia que consome.

Outro projeto é a unidade de produção de sulfato de amônio (SE) com capacidade para 303 mil toneladas/ano. A previsão de entrada em operação é no primeiro semestre de 2013. Além disso, a Petrobrás conclui em julho deste ano a implantação do ARLA 32, na fábrica de fertilizantes da Petrobrás em Camaçari, na Bahia.

Tudo o que sabemos sobre:
Petrobrasinvestimentosgás e energia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.