Argentina mant?m corte parcial de energia por frio intenso

Pa?s enfrenta restri??es na oferta de g?s pelo atraso em investimentos no setor

Agencia Estado

18 de junho de 2007 | 09h38

As distribuidoras de energia Metrogas e Gas Natural Ban da Argentina mantinham neste s?bado, 16, pelo segundo dia, um corte no abastecimento de g?s para ind?strias para garantir a oferta em meio a temperaturas muito baixas. O governo de N?stor Kirchner solicitou na sexta-feira ?s distribuidoras de g?s e eletricidade que fizessem os cortes necess?rios para assegurar um servi?o normal aos pequenos consumidores, num momento em que o pa?s enfrenta restri??es na oferta de energia pelo atraso em investimentos no setor. Boa parte da Argentina est? afetada por uma onda de frio que se estender? at? a pr?xima segunda-feira, segundo previs?o do Servi?o Meteorol?gico Nacional. Mesmo assim, o Comit? de Emerg?ncia (formado pelo governo e pelas empresas energ?ticas) est? otimista de que as medidas adotadas ser?o suficientes por ser um final de semana at?pico - j? que segunda-feira ? feriado no pa?s e a atividade se reduz drasticamente. "O abastecimento residencial n?o caiu, houve boa resposta com os cortes (a atacadistas) desde a ?ltima sexta, ou seja, o sistema respondeu como se esperava", disse ? Reuters uma fonte da Metrogas . A demanda por energia na Argentina cresceu fortemente nos ?ltimos anos devido ? recupera??o da economia a taxas de crescimento que superam 8 por cento ao ano desde 2003.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.