Argentina tem superávit comercial de US$ 640 milhões em agosto

Na comparação com o mesmo mês de 2010, superávit teve queda de 39%; especialistas esperavam saldo positivo em US$ 743 milhões

Renato Martins, da Agência Estado,

22 de setembro de 2011 | 18h16

O Instituto Nacional de Estatística da Argentina (Indec) informou que o país teve um superávit comercial de US$ 640 milhões em agosto, com queda de 39% em relação ao superávit de US$ 1,04 bilhão registrado no mesmo mês de 2010. Economistas consultados pela Dow Jones previam um saldo positivo de US$ 743 milhões.

Segundo o Indec, o superávit comercial acumulado no período de 12 meses até 31 de agosto totalizou US$ 9,51 bilhões.

Em agosto, as exportações argentinas totalizaram US$ 8,26 bilhões, com um crescimento de 30% em relação ao mesmo mês do ano passado; os preços subiram 20% e o volume cresceu 8% no ano.

As importações somaram US$ 7,62 bilhões em agosto, com crescimento de 43% em comparação com agosto de 2010, com ganho de 15% nos preços e de 24% no volume.

No comércio com o Brasil, a Argentina teve em agosto um déficit de US$ 569 milhões; o déficit bilateral acumulado no período  janeiro/agosto é de US$ 2,77 bilhões. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
argentinasuperavitqueda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.