Arroz: MT espera cultivar 500 mil hectares na safra 2004/05

Porto Alegre, 26 - Os produtores de arroz de Mato Grosso devem semear cerca de 500 mil toneladas do grão na safra 2004/05. A expectativa era menor, em torno de 300 mil hectares, mas foi revisada depois que o governo do Estado concedeu, na segunda-feira (23), um incentivo fiscal à cultura, disse hoje o presidente da Associação dos Produtores de Arroz (APA) do Estado, Ângelo Carlos Maronezzi. Além da questão fiscal, o recuo dos preços da soja também interferiu na previsão, explicou o dirigente. Na última safra, o Mato Grosso cultivou 585 mil hectares. A área costuma oscilar no Estado, comentou Maronezzi, durante palestra no VI Congresso Brasileiro de Economia Orizícola, que começou ontem em Porto Alegre (RS) e prossegue nesta sexta-feira. Na safra 2002/03, a área semeada ficou em 377 mil hectares, lembrou o dirigente. Em Mato Grosso, o arroz tende a se expandir em áreas de rotação de culturas, apontou Maronezzi. Ele defendeu a expansão do arroz "com responsabilidade", para evitar o excesso de oferta, campanhas de marketing para estimular o consumo e a produção de grãos diferenciados, como os aromáticos. Para remunerar a produção, o preço do arroz não pode ficar abaixo de R$ 30,00 por saca, conforme o dirigente. O custo de produção em Mato Grosso está em R$ 1,1 mil por hectare para propriedades que utilizam baixa tecnologia, R$ 1,4 mil nas lavouras de médio investimento e R$ 1,680 mil naquelas com alta utilização de insumos, descreveu Maronezzi. No primeiro painel do congresso, os palestrantes apresentaram um panorama da produção de arroz nas várias regiões brasileiras. Sem áreas disponíveis para expandir o cultivo, Santa Catarina aposta no aumento de produtividade, que atingiu a média de 7,1 toneladas por hectare na última safra, disse o representante da Epagri (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina), Richard Elias Bacha. O potencial de rendimento na região da Agronômica, segundo ele, é de 15 toneladas por hectare. O Estado tem disponíveis 250 mil hectares para semear arroz. Na safra 2004/05, os produtores catarinenses devem cultivar cerca de 150 mil hectares, estimou Bacha. (Sandra Hahn)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.