Arroz: RS fecha exportação de 6.200 t do grão beneficiado

Porto Alegre, 30 - O presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), Valter Pötter, divulgou no sábado (28), após a abertura da 27ª Exposição Internacional de Animais, Máquinas, Implementos e Produtos Agropecuários (Expointer) em Esteio (RS), a venda de 6.200 toneladas (base casca) de arroz parboilizado para importadores do Chile e de Trinidad e Tobago. Os dois negócios foram fechados por empresas brasileiras - que não foram divulgadas -, pela cotação de US$ 300 por tonelada. O grão será enviado aos compradores beneficiado e ensacado, explicou Pötter. O Brasil já exporta arroz parboilizado, em pequenas quantidades, e continua em busca do mercado externo para o produto em casca, observou o presidente do Instituto Rio-Grandense do Arroz (Irga), Pery Coelho. Além da Federarroz e Irga, a Federação das Cooperativas de Arroz (Fearroz) e a Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul) participam do esforço do setor produtivo para exportar o grão. O arroz será fornecido por um pool de produtores e cooperativas do Rio Grande do Sul e deve ser entregue à indústria a partir desta terça-feira. Depois de processado, será enviado aos destinos em contêineres na segunda quinzena de setembro. Os produtores irão receber US$ 200 por tonelada do arroz em casca, um patamar dentro da realidade dos mercados interno e externo, segundo o presidente da Federarroz. O setor produtivo gaúcho busca exportar para enxugar o excedente de arroz previsto este ano no mercado interno e no Mercosul. Além de visitas a potenciais países compradores, as entidades enviaram amostras de arroz a quatro países. Na América do Sul, o Peru é visto como um potencial importador, já que teve este ano uma safra prejudicada pelo clima e precisará adquirir produto para seu abastecimento, disse Pötter. O país, contudo, aplica taxas ao arroz brasileiro que inviabilizam a venda. (Sandra Hahn)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.