AT&T desiste de comprar subsidiária da Deutsche Telekom

Oferta pela subsidiária da Deutsche Telekom na área de telefonia celular nos EUA era de  US$ 39 bilhões

Agência Estado,

19 de dezembro de 2011 | 22h00

NOVA YORK - A AT&T retirou sua oferta de US$ 39 bilhões para a aquisição da T-Mobile USA, subsidiária da Deutsche Telekom na área de telefonia celular nos EUA. Ao retirar a oferta, a AT&T cedeu às autoridades antitruste norte-americanas, que exigiam uma série de desinvestimentos da empresa como condição para que o negócio se concretizasse.

O Departamento da Justiça também estava abrindo um processo contra a aquisição, vista como prejudicial à concorrência e ao interesse público, porque ela combinaria a segunda e a quarta maiores empresas de telefonia celular dos EUA. A Comissão Federal de Comunicações (FCC) também havia manifestado dúvidas sobre o negócio.

Com isso, os consumidores norte-americanos continuarão podendo escolher entre quatro provedoras nacionais de telefonia celular; críticos da aquisição da T-Mobile USA pela AT&T dizem que, caso o negócio se concretizasse, mais de três quartos de todos os consumidores estariam nas mãos da AT&T ou da Verizon Wireless.

Analistas disseram que será difícil para a Deutsche Telekom encontrar outro comprador disposto a desembolsar o que a AT&T havia concordado em pagar. Antes de anunciadas as negociações com a AT&T, a DT estava em conversas com Sprint Nextel, a terceira maior do mercado norte-americano; caso essas conversações sejam retomadas, elas deverão gerar a mesma preocupação entre as autoridades antitruste.

As informações são da Dow Jones. (Renato Martins)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.