ATUALIZA 1-Aneel descarta mais prazo sobre interesse em concessões

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) considera que não há condições de adiar o prazo para que as empresas do setor manifestem interesse em manter as concessões que vencem entre 2015 e 2017, informou o diretor-geral do órgão regulador, Nelson Hubner.

Reuters

18 de setembro de 2012 | 14h07

"Não tem condição de adiar. Os prazos estão amarrados no decreto", disse Hubner nesta terça-feira.

O prazo para que as empresas manifestem o interesse em renovar concessões vai até 15 de outubro, mas esse cronograma está sendo questionado pelas empresas, segundo afirmou o secretário de energia do Estado de São Paulo, José Aníbal, mais cedo, nesta terça-feira.

O Estado paulista, controlador da geradora Cesp, uma das mais afetadas pela renovação das concessões, pede que o prazo seja estendido, pelo menos, até dezembro.

Questionado sobre a redução de quadro de empregados anunciada por Furnas, Hubner disse: "É natural a readaptação de custos com as receitas...Corte de custos pode ocorrer em pessoal ou em outros."

Furnas, geradora e transmissora de energia do grupo Eletrobras e que tem concessões a vencer, anunciou na segunda-feira que reduzirá o quadro de empregados em 35 por cento e cortará despesas operacionais para melhorar os resultados, em um esforço para adequar sua estrutura do setor elétrico brasileiro.

Na quarta-feira passada, uma importante fonte do governo já tinha afirmado à Reuters que a Eletrobras teria que reduzir seus custos em 30 por cento para compensar a renovação condicionada das concessões.

(Por Leonardo Goy)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIAANEELPRAZO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.