Audi iniciará produção do A3 Sedan em 2015 no PR

A fabricação do A3 Sedan terá início no segundo semestre de 2015 e a do Q3, em meados de 2016. "Investiremos fortemente", diz o presidente mundial da Audi, Rupert Stadler. O executivo considera que a classe média brasileira está crescendo rapidamente e diz que o País passou por um milagre econômico nos últimos anos.

LAÍS ALEGRETTI, Agencia Estado

17 de setembro de 2013 | 14h25

A Audi vai investir cerca de 150 milhões de euros até 2015 para iniciar a produção dos modelos Q3 e A3 Sedan em São José dos Pinhais, no Paraná.

Ele afirma, ainda, que no ano que vem, pela primeira vez, a companhia produzirá mais veículos fora da Alemanha do que no país. A meta de vender 2 milhões de unidades por ano até 2020 no mundo está ligada a um crescimento em torno de 30%.

Em trecho do discurso que justifica o investimento no Brasil, Stadler diz que a Alemanha é prioridade na lista dos parceiros de negócios brasileiros. "Nós, da Audi, vemos que os produtos da Alemanha são muito populares aqui no Brasil. E estamos percebendo como a classe média está crescendo rapidamente". Segundo ele, o desejo de adquirir produtos premium aumentará. "Nosso objetivo de longo prazo no Brasil é atingir a liderança no segmento de automóveis premium."

Vendas globais

A Audi ultrapassou neste ano, pela primeira vez, a marca de 1 milhão de veículos vendidos, informou a companhia. De janeiro a agosto de 2013, vendeu 1,03 milhão de carros no mundo, o que representa aumento anual de 7,2%. Em agosto, a empresa entregou 118.650 produtos.

Na Europa, entretanto, a companhia apontou que "a situação econômica desafiadora se refletiu nos números de venda". Em 2013, as vendas caíram 3,4% no continente, o que representa 46.100 unidades.

Tudo o que sabemos sobre:
AudiA3 Sedan

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.