Aumento de preços eleva lucro da Nestlé em 2007

A Nestlé, maior fabricante dealimentos do mundo, superou os temores gerados por alta nospreços de commodities e desaceleração da economia mundial aoregistrar um aumento de 15,8 por cento no lucro líquido de2007, resultado acima do esperado. A companhia suíça contornou o aumento nos custos decommodities como leite, cacau e cereais ao elevar seus própriospreços para ampliar o faturamento em 7,4 por cento, acima dameta, e mostrou-se confiante para 2008. O presidente-executivo da companhia, Peter Brabeck, esperaque a continuidade do crescimento econômico mundial em 2008impulsione os negócios da empresa, especialmente em mercadosemergentes e que os recentes preços recordes de commoditiescomecem a resfriar no segundo semestre. "No geral, 2008 será outro ano de crescimento global.Haverá crescimento importante em 2008", disse o executivo àReuters em entrevista após anúncio dos resultados. "Eu souotimista." A companhia teve lucro líquido em 2007 de 10,65 bilhões defrancos suíços (9,7 bilhões de dólares), impulsionado poraumento de 3 por cento nos preços que ajudou a aumentar areceita do grupo em 9,2 por cento, para 107,55 bilhões defrancos. A expectativa média de 14 analistas consultados pelaReuters era de lucro líquido avançando 11 por cento, para 10,22bilhões de francos e vendas anuais de 107 bilhões de francos.

LAURA MACINNIS E THOMAS ATKINS, REUTERS

21 de fevereiro de 2008 | 07h50

Tudo o que sabemos sobre:
ALIMENTOSNESTLERESULTS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.