Australiana Origin rejeita oferta ampliada de US$13 bi da BG

A australiana Origin Energy rejeitou umaoferta ampliada de 13 bilhões de dólares feita pela britânicaBG Group, afirmando que suas reservas de gás geradas pordepósitos de carvão sozinhas valem mais de 15 bilhões dedólares depois que duplicou suas estimativas. A Origin, maior produtora de gás de carvão da Austrália,informou que vai se concentrar em obter o melhor valor parasuas reservas, possivelmente por meio de parcerias para ofornecimento de uma planta de gás natural liquefeito ou mesmouma divisão da companhia, que também atua em geração de energiae nmo varejo. "Estamos agora de volta ao jogo e vamos buscaragressivamente essas alternativas o mais rápido que pudermos",disse o presidente do conselho de administração da Origin,Kevin McCann, a jornalistas. "A BG é bem vinda da maneira que quiserem", disse McCann. ABG informou estar surpresa com a rejeição de sua oferta edivulgou que está considerando suas opções. Analistas consideraram que a rejeição foi um golpe para aBG, que esperava que o acordo ajudasse a assegurar reservas queprecisa para uma usina de gás liquefeito abastecida por gás decarvão. A Origin informou que uma revisão mostrou que sua maiorestimativa de reservas de gás de carvão aumentou para 10.122petajoules ante avaliação anterior de 4.578 petajoules. Porém,a BG afirmou que a estimativa é irreal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.