Autoridade fiscal da Argentina investiga siderúrgica com sede em Luxemburgo

A Argentina está investigando sua maior siderúrgica por supostamente evitar o pagamento de impostos ao sediar sua empresa controladora em Luxemburgo, afirmou o chefe da autoridade fiscal do país, a Afip, neste sábado.

REUTERS

06 Dezembro 2014 | 17h03

Ricardo Echegaray não mencionou a empresa pelo nome em uma entrevista na televisão, mas disse que a companhia tem seu negócio oficial baseado em Luxemburgo para evitar encargos fiscais corporativos em Buenos Aires.

O argentino Techint Group, com sede em Luxemburgo, é dono da maior fabricante mundial de tubos de aço para a indústria de energia, a Tenaris.

"A principal empresa siderúrgica da Argentina estabeleceu sua companhia controladora em Luxemburgo", disse Echegaray no canal local America.

"Os recursos que esta empresa argentina, que desenvolve suas atividades a partir de Argentina, obtém ... permanecem ocultos e nós não os tributamos", acrescentou.

A Techint não estava disponível para comentar o assunto.

(Por Maximiliano Rizzi)

Mais conteúdo sobre:
SIDERURGIAARGENTINATECHINT*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.