Carlos Garcia Rawlins/Reuters
Carlos Garcia Rawlins/Reuters

Avianca demite 140 funcionários

Em recuperação judicial desde o início de dezembro, a companhia aérea soma dívidas de R$ 500 milhões

Luciana Dyniewic, O Estado de S.Paulo

05 de janeiro de 2019 | 04h00

A Avianca, companhia aérea que detém 13% do mercado doméstico, demitiu nesta semana 140 funcionários que tinham sido admitidos recentemente, apurou o Estado. O total de dispensados representa cerca de 2,5% do quadro de funcionários da empresa.

Em recuperação judicial desde o início de dezembro, a Avianca soma dívidas de R$ 500 milhões. Nos últimos meses do ano passado, vinha atrasando o pagamento de taxas aeroportuárias – conta que chegou a se aproximar dos R$ 100 milhões, antes de ser renegociada – e tendo dificuldade para pagar o aluguel de aeronaves.

No próximo dia 14, a empresa terá uma audiência de conciliação com a Constitution Aircraft Leasing, que arrenda aviões para a Avianca e havia conseguido na Justiça reintegração de posse das aeronaves.

Com o pedido de recuperação judicial, a reintegração foi suspensa por 30 dias. Procurada, a companhia aérea afirmou que foram apenas seis demissões e que elas fazem parte do processo natural de renovação de funcionários.

Mais conteúdo sobre:
Avianca

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.