Azul calcula em até R$ 20 mi prejuízo em Viracopos

A Azul deve levar pelo menos dois meses para decidir qual caminho jurídico seguirá para tentar ser ressarcida do prejuízo que teve com o fechamento do aeroporto de Viracopos, em Campinas, no mês passado, por 45 horas. "É muito pouco provável que tenhamos uma decisão concreta antes do final do ano com relação a qual caminho jurídico tomar porque o caso pode envolver cortes internacionais. É uma decisão jurídica complexa", afirmou nesta terça-feira José Mario Caprioli, presidente da Trip, que está em processo de fusão com a Azul e será o vice-presidente técnico operacional da nova companhia resultante da união das duas empresas.

SILVANA MAUTONE, Agencia Estado

30 Outubro 2012 | 14h01

Os cálculos preliminares, segundo ele, indicam que o prejuízo tenha somado algo entre R$ 15 milhões e R$ 20 milhões, sendo entre 90% e 95% desse valor referente à Azul e o restante à Trip.

Das 19h55 de sábado, dia 13 de outubro, até as 17h30 de segunda-feira, 15 de outubro, a única pista do aeroporto de Viracopos ficou interditada devido a um cargueiro MD-11 da empresa americana Centurion, com sede na Flórida, com um problema no trem de pouso na aterrissagem. Mais de 450 voos da Azul tiveram de ser cancelados devido ao incidente.

Mais conteúdo sobre:
Azul Viracopos prejuízo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.