BAE fecha acordo de US$ 4 bi para vender aviões a Omã

A BAE Systems informou nesta sexta-feira que fechou um acordo de 2,5 bilhões de libras (US$ 4,07 bilhões) para fornecer aeronaves de defesa Typhoon e Hawk para o Omã. Segundo o governo britânico, o negócio vai impedir o fechamento de milhares de vagas de emprego.

AE, Agencia Estado

21 de dezembro de 2012 | 10h53

O acordo, que coincide com a visita ao sultanato do primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, inclui a entrega de 12 aeronaves Typhoon e oito aviões Hawk a partir de 2017, bem como um serviço de suporte, afirmou o The Wall Street Journal.

Antes da chegada em Muscat, capital de Omã, Cameron disse: "o aumento das exportações é vital para o crescimento econômico e por causa disso estou fazendo tudo que posso para promover as empresas britânicas nos mercados de rápido crescimento para que elas possam prosperar na corrida global. "

O acordo ocorre alguns dias depois da BAE ser forçada a alertar que seu lucro poderia ser afetado por um desacordo sobre a precificação da aeronave Typhoon contratada pelo governo da Arábia Saudita. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
OmãBAE Systemsaviões

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.