Banco BMG dobra lucro no 1º semestre, para R$ 352 milhões

Resultado, 100,3% acima do mesmo período de 2009, é recorde na história do banco mineiro

Agência Estado,

21 Julho 2010 | 15h37

O Banco BMG registrou um lucro líquido de R$ 352 milhões no primeiro semestre de 2010, crescimento de 100,3% em relação ao mesmo período do ano passado. O resultado é recorde na história do banco mineiro. O patrimônio líquido da instituição somou R$ 2,159 bilhões entre janeiro e junho, 11,2% maior na comparação com o mesmo intervalo de 2009. De acordo com nota do banco, a rentabilidade anualizada sobre o patrimônio no primeiro semestre de 2010 atingiu 36,1%.

A carteira de crédito total apresentou sucessivos crescimentos em 2010 e atingiu R$ 21,957 bilhões no primeiro semestre de 2010, aumento de 38,9% comparado ao primeiro semestre de 2009. As carteiras próprias de operações de crédito e de arrendamento mercantil apresentaram um saldo em 30 de junho de 2010 de R$ 7,717 bilhões, correspondente a uma expansão de 43,1% em relação ao mesmo período de 2009. O saldo dos recursos captados totalizou R$ 20,336 bilhões em 30 de junho, alta de 41,7% frente ao mesmo período de 2009.

Em nota, o presidente do BMG, Ricardo Guimarães, afirma que a instituição financeira lidera o mercado nacional do crédito consignado com aproximadamente 20% das operações totais. As demais operações do banco compreendem repasses de recursos do BNDES, arrendamento mercantil e operações de desconto/mútuo com fornecedores do setor público e grandes empresas do setor privado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.