Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Banco Central não tem limite para alta dos juros, diz Tombini a jornal

O BC já elevou a Selic em 0,75 ponto porcentual, nas duas últimas reuniões do Comitê de Política Monetária  

Fernando Travaglini, da Agência Estado,

17 de junho de 2013 | 07h26

SÃO PAULO - O Banco Central não tem um limite para a alta dos juros, disse o presidente da instituição, Alexandre Tombini, em entrevista ao jornal Valor Econômico. Segundo ele, "não tem alívio nem trégua ao combate à inflação. A política monetária vai fazer o que tiver que ser feito."

O BC já elevou a Selic em 0,75 ponto porcentual, nas duas últimas reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom), e o mercado espera que a taxa básica suba nos próximos encontros a um ritmo de 0,50 pp. A próxima reunião ocorre entre os dias 9 e 10 de julho. "Não tenho limite nem orçamento", disse.

Ainda de acordo com Tombini, o BC poderá usara todos os instrumentos de que dispõe para conter a volatilidade da taxa de câmbio e também para evitar que o mercado se torne disfuncional. Ele disse que pode vender dólar à vista ou dar linhas de crédito em dólar.

Tombini admite algum repasse da alta do dólar para os preços, mas pondera que "quanto mais o câmbio flutuar e quanto mais a política monetária estiver adequada para a situação, menor será o repasse."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.