Banco do Brasil e BNDES abrem escritório no Uruguai

BB quer explorar expansão do comércio do Brasil com o país vizinho e atender brasileiros no país

AE,

27 de agosto de 2009 | 14h25

O Banco do Brasil e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) inauguram nesta quinta-feira, 27, escritório em Montevidéu, no Uruguai. As duas instituições vão compartilhar do mesmo espaço físico, infraestrutura de comunicações e segurança.

 

Segundo o BB, a presença no Uruguai decorre da expansão do comércio com o Brasil e das oportunidades de negócios no âmbito do Mercosul. Montevidéu abriga a sede da Secretaria do Mercosul e se tornou uma espécie de capital do bloco.

 

Em 2008, o comércio entre os países ultrapassou US$ 36 bilhões e representou 10,98% do total das exportações brasileiras, chegando a quase US$ 22 bilhões.

 

De acordo com o BB, atender os clientes brasileiros no país também é uma prioridade. Há cerca de 3 mil brasileiros registrados no Consulado Geral do Brasil em Montevidéu, embora as autoridades diplomáticas estimem que o número de brasileiros residentes seja até cinco vezes maior.

 

O Banco do Brasil mantém mais quatro dependências em países do Mercosul: em Assunção e na Cidade do Leste, no Paraguai; em Buenos Aires, na Argentina; e em Caracas, na Venezuela. Na América do Sul o banco tem escritório em Lima, no Peru, além da recém inaugurada Gerência Regional na América Latina, com sede em Buenos Aires. No mundo são 44 pontos, em 23 países.

Tudo o que sabemos sobre:
Banco do BrasilBNDESUruguai

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.