Banco do Brasil planeja abertura de capital da BB Seguridade, dizem fontes

IPO seria um dos maiores da América Latina nos últimos anos; Banco do Brasil pretende ofertar 25% do capital total

Andréia Lago, da Agência Estado,

20 de março de 2013 | 13h19

SÃO PAULO - Uma das maiores ofertas iniciais de ações (IPO, na sigla em inglês) em vários anos na América Latina deverá ocorrer em abril, quando o Banco do Brasil deverá avançar com a venda de ações da BB Seguridade, de acordo com dois banqueiros próximos à operação ouvidos pela agência Dow Jones.

Executivos seniores do Banco do Brasil reuniram-se com investidores mundo afora nos últimos dias, apresentando o acordo para potenciais investidores da comunidade internacional, segundo uma das fontes, que pediu para não ser identificada.

A assessoria de imprensa do Banco do Brasil não quis comentar a informação.

"O processo está avançando e é provável que o IPO ocorra em abril. Como em qualquer oferta, isso é apenas uma indicação e isso sempre depende das condições de mercado, mas se tudo correr bem o IPO será feito em abril", disse outro banqueiro próximo à operação.

Segundo uma das fontes, a BB Seguridade estaria avaliada em cerca de R$ 20 bilhões (US$ 10,1 bilhões), e o Banco do Brasil pretende vender cerca de 25% do capital total para captar aproximadamente R$ 5 bilhões.

"Neste momento, os executivos do banco estão definindo detalhes da operação, a faixa de preço de cada ação e outros detalhes sobre o cronograma da operação", disse uma fonte. Os bancos contratados para coordenar o IPO em nome do Banco do Brasil são BTG Pactual, Bradesco, Itaú BBA, JPMorgan, Citigroup e Brasil Plural, segundo a fonte. O BB Investimento também vai trabalhar na operação. As informações são da Dow Jones.

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.