Banco Mundial inicia programa de ajuda a pa?ses pobres

O Banco Mundial anunciou hoje um programa de cr?dito de US$ 2 bilh?es para distribuir ajuda mais rapidamente aos pa?ses pobres que sejam atingidos pela crise financeira global. A linha de cr?dito, aprovada ontem pelos diretores-executivos do banco, vai disponibilizar empr?stimos com baixas taxas de juros, com aprova??o mais r?pida, por meio do fundo da Associa??o Internacional de Desenvolvimento do Banco Mundial (IDA, na sigla em ingl?s). O IDA tem cerca de US$ 42 bilh?es de recursos dispon?veis para 78 pa?ses de baixa renda, para serem distribu?dos ao longo dos pr?ximos tr?s anos."Os povos mais pobres ser?o atingidos mais duramente pela crise, que provavelmente ficar? pior no pr?ximo ano", disse o presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick. "Queremos ajudar os pa?ses a administrarem esta desacelera??o com r?pido financiamento para ajudar a minimizar seu impacto e assisti-los no desenvolvimento de pol?ticas de apoio", acrescentou. Ontem, o Banco Mundial rebaixou sua previs?o de crescimento econ?mico global pela segunda vez em muitos meses. O banco espera agora uma desacelera??o da economia mundial para um crescimento global de 0,9% no pr?ximo ano, de uma estimativa de expans?o de 2,5% este ano. Segundo o Banco Mundial, a esperada redu??o no crescimento global no pr?ximo ano - especialmente nos pa?ses ricos - significa que os pa?ses em desenvolvimento ser?o o motor do crescimento mundial. Mas o projetado decl?nio nas taxas de crescimento dos pa?ses em desenvolvimento ser? mais severo do que o registrado depois da crise financeira da ?sia, ocorrida no fim dos anos 90, na medida em que a queda no fluxo de capital tem seu impacto sobre as economias. Espera-se que os pa?ses em desenvolvimento desacelerem o crescimento de 7,9% no ano passado para 6,3% em 2008 e 4,5% no ano que vem. Leste da ?siaO Banco Mundial reduziu sua previs?o para o crescimento das economias do Leste da ?sia e do Pac?fico para 5,3% no ano que vem e 6,5% em 2010, ap?s uma expans?o projetada de 7% para este ano. Na avalia??o semestral da institui??o sobre as economias daquela regi?o - que exclui Jap?o, Austr?lia e Nova Zel?ndia, mas inclui a China e a ?ndia - o Banco Mundial disse que "os desafios diante das economias do Leste da ?sia se multiplicaram ao longo de 2008, prenunciando tempos dif?ceis para 2009". A proje??o anterior para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) daquela regi?o em 2009, divulgada em abril, era de 7,4%.O relat?rio tamb?m afirma que a China vai continuar, no m?dio prazo, a desempenhar um papel chave na forma??o do perfil daquela regi?o e a ser uma esp?cie de "colch?o" a proteger as economias regionais dos piores efeitos da crise financeira. Para o Banco Mundial, o PIB da China dever? crescer 7,5% em 2009, ap?s uma expans?o projetada de 9,4% este ano; em 2010, o PIB da China dever? subir 8,5%. O PIB da ?ndia, por sua vez, dever? crescer 8,5% em 2009 e 7,7% em 2010. As informa??es s?o da Dow Jones.

RENATO MARTINS E SUZI KATZUMATA,

10 de dezembro de 2008 | 15h19

Tudo o que sabemos sobre:
criseBanco Mundial

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.