Bancos dos EUA têm lucro no primeiro trimestre, diz FDIC

Setor teve os maiores ganhos trimestrais desde o começo da crise financeira, com lucro líquido de US$ 29 bilhões

Danielle Chaves, da Agência Estado,

24 de maio de 2011 | 14h43

Os bancos dos EUA tiveram lucro no primeiro trimestre deste ano, mas exibiram algumas razões para preocupação à medida que a receita do setor mostrou "fraqueza" e os saldos de empréstimos continuaram caindo. A Corporação Federal de Seguro de Depósito (FDIC, na sigla em inglês) afirmou nesta terça-feira, 24, que os bancos norte-americanos tiveram os maiores ganhos trimestrais desde o começo da crise financeira, com lucro líquido de US$ 29 bilhões.

Segundo a FDIC, quase 60% de todos os bancos dos EUA mostraram crescimento nos ganhos em comparação com o primeiro trimestre do ano passado e a porcentagem de instituições não lucrativas caiu para 15,4%. Sheila Bair, presidente da FDIC, alertou que os reguladores não podem adiar a implementação de padrões de capital e empréstimos mais fortes.

Com os bancos potencialmente expostos ao risco da taxa de juros quando o Federal Reserve se afastar de sua posição monetária frouxa, é importante para os reguladores permanecer vigilantes, disse Bair. De acordo com a FDIC, o ritmo de falências de bancos continuou se desacelerando no primeiro trimestre deste ano, enquanto o número de instituições na lista de "problemas" da FDIC cresceu apenas levemente, de 884 no fim de 2010 para 888.

Ainda assim, a FDIC informou que o lucro líquido de juros caiu 3% em comparação com o primeiro trimestre do ano passado - o primeiro declínio desde 1989. A agência destacou que a receita do setor exibiu fraqueza, já que a receita operacional líquida diminuiu 3,2% na mesma base de comparação. Essa foi apenas a segunda vez em 27 anos que os bancos dos EUA registraram declínio anual nessa medida. "Em algum momento, se os bancos quiserem continuar ampliando a lucratividade, eles terão de aumentar a receita", disse Bair.

O declínio na receita foi concentrado entre os maiores bancos dos EUA, segundo a FDIC. Seis dos 10 maiores bancos registraram queda anual na receita operacional líquida e no lucro sem juros, enquanto oito tiveram lucro líquido de juros mais baixo. "A redução no lucro líquido de juros foi provocada pelas menores margens líquidas de juros e pelo fraco crescimento em ativos com rendimento de juros", afirmou a FDIC. Os bancos ganharam menos receita com tarifas de serviços sobre contas de depósito e reduziram o lucro com operações. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.