Bancos e governo da Alemanha fazem plano de ajuda à Grécia, diz fonte

O plano será apresentado ainda hoje, de acordo com uma das fontes

Danielle Chaves, da Agência Estado,

30 de junho de 2011 | 08h34

Os bancos e o governo da Alemanha chegaram a um acordo sobre um plano para a participação do setor privado em um novo programa de resgate para a Grécia, afirmaram duas pessoas com conhecimento do assunto. O plano será apresentado ainda hoje, de acordo com uma das fontes.

O escritório do ministro de Finanças alemão, Wolfgang Schaeuble, informou que ele fará um pronunciamento às 10h (de Brasília) sobre as discussões entre autoridades do governo e representantes dos bancos sobre a potencial participação das instituições financeiras em um futuro programa de ajuda para a Grécia.

Uma das fontes disse que ainda está em aberto a questão sobre quais linhas de bônus gregos serão roladas sob o plano alemão. O volume de dívida grega rolada poderá ser de cerca de 2 bilhões de euros se envolver bônus gregos com vencimento entre agora e 2014. Se envolver dívida com vencimento entre agora e 2020, o volume será de cerca de 4 bilhões de euros. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
AlemanhaGrécia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.