Bancos estão colocando capitalismo sob risco, diz Fed de Kansas City

Declarações foram feitas após reguladores globais concordarem em exigir que os maiores bancos do mundo retenham capital extra para tornar o sistema financeiro menos vulnerável a crises

Danielle Chaves, da Agência Estado,

27 de junho de 2011 | 14h44

O presidente do Federal Reserve de Kansas City, Thomas Hoenig, lançou hoje seu mais duro ataque até agora contra os grandes bancos, alertando que eles estão colocando a sociedade capitalista dos EUA sob risco.

Se existem empresas financeiras grandes e complexas e existem "instituições tão poderosas e consideradas tão importantes que precisem de apoio especial e regras diferentes, o futuro do capitalismo está sob risco e nossa economia de mercado está em perigo", disse Hoenig em um evento em Washington.

As declarações de Hoenig foram feitas após os reguladores globais concordarem no fim de semana em exigir que os maiores bancos do mundo retenham um colchão de capital extra em um esforço para tornar o sistema financeiro menos vulnerável a crises. As novas regras, que terão efeito gradualmente, forçarão os maiores bancos a manterem significativamente mais capital do que outras instituições.

Hoenig rejeitou as queixas dos grandes bancos dos EUA, que afirmam que as regras podem prejudicar uma economia já fraca porque os tornará menos competitivos diante de concorrentes globais e dificultará os empréstimos domésticos. "Essa afirmação não tem sentido", disse.

O presidente do Fed de Kansas City não está sozinho entre as autoridades do banco central norte-americano que temem que os grandes bancos ainda imponham ameaças à economia. Hoenig e o presidente do Fed de Dallas, Richard Fisher, chegaram a pedir a divisão dos maiores bancos.

Segundo Hoenig, os bancos dos EUA que se beneficiam de uma rede de segurança do governo sobre seus depósitos deveriam se ater a atividades de empréstimos centrais, em linha com uma medida que faz parte da Lei Dodd-Frank e é combatida pelos grandes bancos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
fedkansasriscoeua

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.