Barclays planeja cortar mil vagas em banco de varejo

Instituição planeja sair do ramo de serviços de planejamento financeiro para clientes de varejo

Danielle Chaves, da Agência Estado,

26 de janeiro de 2011 | 11h41

O Barclays PLC pretende eliminar 1 mil postos de trabalho em sua divisão de banco de varejo no Reino Unido como parte dos planos da empresa para sair do ramo de serviços de planejamento financeiro para clientes de varejo.

Os cortes de vagas vão agravar as já sombrias perspectivas para a economia e o crescimento dos empregos no Reino Unido. Ontem o governo informou que o Produto Interno Bruto (PIB) teve contração de 0,5% no quarto trimestre do ano passado, em comparação com o terceiro trimestre.

O Barclays disse que está em processo de consulta aos funcionários da divisão Barclays Financial Planning, bem como ao sindicato de trabalhadores britânico Unite. O banco emprega 33,2 mil pessoas no setor de banco de varejo. Segundo o Barclays, a viabilidade comercial da divisão vem diminuindo há anos e a empresa planeja oferecer serviços de investimento no varejo apenas online.

Uma pessoa próxima ao assunto afirmou que cerca de 200 vagas foram cortadas recentemente no Barclays Capital, divisão de banco de investimento do Barclays, no Reino Unido. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.