Barclays pode melhorar proposta pelo ABN

Banco britânico pode colocar aumentar sua oferta de 65 bilhões de euros

STEVE SLATER, REUTERS

19 de julho de 2007 | 14h47

O banco britânico Barclays informou quepode colocar dinheiro em jogo para melhorar sua oferta de 65bilhões de euros (90 bilhões de dólares) pelo ABN Amro, em umadisputa com um consórcio rival pela aquisição da instituiçãoholandesa. O Barclays disse nesta quinta-feira que recebeu um prazomaior do órgão regulador holandês, até 6 de agosto, para lançarsua oferta formal --o mesmo dia da votação de investidores doFortis, membro do consórcio rival, para aprovar seus planos. A proposta atual do Barclays, que oferece ações comopagamento, foi recomendada pela diretoria do ABN, mas o bancoholandês está sob forte pressão para acatar uma oferta maior emajoritariamente em dinheiro feita por um grupo formado pelosbancos Royal Bank of Scotland, Fortis e Santander . "O Barclays está considerando possíveis estruturasalternativas de ofertas, incluindo a introdução de uma parte emdinheiro na oferta", disse o terceiro maior banco britânico emum comunicado. O banco disse que nenhuma decisão foi tomada e quaisquermudanças cumpririam "o rígido critério financeiro" que ainstituição aplica para aquisições. Fontes familiares com o caso disseram à Reuters nestasemana que o Barclays estava considerando suas opções após oconsórcio liderado pelo RBS melhorar a oferta de 71 bilhões deeuros pelo ABN para incluir 93 por cento em dinheiro. O consórcio está oferecendo 38,4 euros por ação do ABN,cerca de 10 por cento acima dos 35 euros oferecidos peloBarclays por papel. Qualquer acordo pelo ABN resultaria na maior aquisiçãobancária do mundo. (Reportagem adicional de Mark Potter e Dan Lalor em Londrese Gilbert Kreijger em Amsterdã)

Tudo o que sabemos sobre:
NEGOCIOSBANCOSABNDINHEIRO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.