Bats compra Chi-X Europe para desafiar bolsas nacionais

Negócio está avaliado em US$ 300 milhões, segundo fontes; nesta semana, a Bats informou que poderá lançar uma nova bolsa no Brasil

Reuters,

18 de fevereiro de 2011 | 17h19

A Bats Global Markets, uma plataforma alternativa de negociação de ações com sede nos Estados Unidos, está comprando sua par Chi-X Europe em um acordo para desafiar o domínio de operadoras nacionais de bolsas de ações e derivativos.

O negócio, avaliado em cerca de US$ 300 milhões por fontes ligadas às empresas, é o último de uma série de fusões e aquisições envolvendo operadoras de bolsa mundo afora, com destaque para o anúncio de compra da NYSE Euronext pela Deutsche Boerse mais cedo nesta semana.

A Bats e a Chi-X, que estavam em negociações exclusivas desde dezembro, querem ampliar market share e rentabilidade para competir em mercados dominados por bolsas nacionais.

A Chi-X e a Bats planejam lançar uma plataforma de negociação de contratos futuros no ano que vem. Elas possuem uma participação combinada no mercado europeu de ações de 22,9%, enquanto NYSE Euronext e Deutsche Boerse têm juntas 29,7% e a London Stock Exchange (LSE) detém fatia de 23,4%, segundo dados da Thomson Reuters.

As duas empresas não revelaram termos financeiros do negócio, que deve ser concluído no segundo trimestre deste ano.

Na terça-feira, a Bats informou que poderá lançar uma nova bolsa no Brasil. A Bats se juntou à gestora brasileira de fundos Claritas e ao escritório de advocacia Freitas Leite para estudar se passará a oferecer uma nova plataforma de negociação de ações, liquidação e custódia no país.

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASBATSCHIX*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.