BB confirma prorrogação do custeio de trigo e R$ 100 mi para EGF

Brasília, 9 - O Banco do Brasil confirmou há pouco a prorrogação do prazo de vencimento dos empréstimos para custeio das lavouras de trigo, medida anunciada pelo Ministério da Agricultura na semana passada. O objetivo da medida é facilitar a comercialização da safra recorde, estimada em 6 milhões de toneladas. De acordo com a assessoria de imprensa do Banco do Brasil, as dívidas de custeio começaram a vencer em novembro, mas o vencimento foi prorrogado por 30 dias. Além da prorrogação, informou a instituição, está sendo disponibilizado cerca de R$ 100 milhões para as operações de Empréstimo do Governo Federal (EGF) de trigo. Terão prioridade para contratação os produtores rurais e suas cooperativas. "As medidas contribuirão para a redução na pressão de oferta do grão pelos produtores, que poderão aguardar a recuperação dos preços para efetuar a comercialização da safra e quitar seus compromissos", informou o banco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.