BB protocola na CVM pedido de funcionamento de fundo

O Banco do Brasil protocolou petição com comunicado de encerramento e pedido de funcionamento de Fundo Imobiliário junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). O fundo foi constituído com recursos em espécie e imóveis de propriedade do BB. A instituição subscreveu integralmente as cotas desse fundo na oferta primária e pretende futuramente realizar uma oferta pública secundária para colocação de suas cotas no mercado.

AE, Agencia Estado

28 de agosto de 2012 | 10h49

A instituição informa que o reconhecimento total da diferença entre o valor de mercado dos imóveis transferidos para o fundo e o valor contábil no balanço patrimonial do BB produzirá um impacto líquido de impostos no resultado do banco estimado em R$ 710 milhões. O fato relevante não esclarece de qual fundo imobiliário se trata.

A instituição informa ainda que o reconhecimento da diferença entre o valor de mercado dos imóveis transferidos para o fundo e o valor contábil deles no balanço patrimonial do BB será efetuado da seguinte forma: proporcional ao resultado da oferta enquanto o BB for o principal detentor dos riscos e benefícios de propriedade das cotas; e pelo valor total, quando o BB deixar de ser o principal detentor dos riscos e benefícios de propriedade das cotas.

Ainda de acordo com o fato relevante, a realização da oferta está condicionada à autorização do órgão regulador e à distribuição das cotas na oferta e o reconhecimento no resultado dependerão de condições de mercado.

Tudo o que sabemos sobre:
Banco do Brasilfundo imobiliárioCVM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.