BB Seguridade lucra R$ 1,022 bi no primeiro semestre

A BB Seguridade, holding que concentra os negócios de seguros do Banco do Brasil, anunciou lucro líquido de R$ 1,022 bilhão no primeiro semestre deste ano. A empresa não divulgou o dado comparativo até o momento. O retorno sobre o patrimônio líquido médio anualizado encerrou junho em 36,0%.

ALINE BRONZATI, Agencia Estado

12 de agosto de 2013 | 07h56

No conceito ajustado, o lucro líquido da BB Seguridade foi a R$ 1,005 bilhão no semestre, o que corresponde a retorno recorrente sobre o patrimônio líquido médio de 35,4%. Os prêmios de seguros alcançaram o patamar de R$ 6,6 bilhões.

No segmento de previdência, foram arrecadados R$ 11,9 bilhões e outros R$ 3,1 bilhões com planos de capitalização. Se considerado apenas os prêmios de seguros, o aumento foi de 26% no semestre frente há um ano ante expansão de 19% do mercado, conforme dados da Superintendência de Seguros Privados (Susep).

A participação de mercado da BB Seguridade alcançou 17%. Os prêmios de seguros de automóveis apresentaram 26% de crescimento no semestre, em relação ao mesmo período do ano anterior. Já os prêmios de seguros habitacionais cresceram 70% no mesmo período, enquanto o mercado apresentou expansão de 23%.

No segmento de pessoas, a participação da BB Seguridade foi a 20% enquanto em seguros rurais ficou com 74% das receitas do mercado no período. "No primeiro semestre, houve crescimento de prêmios e redução da sinistralidade tanto nos segmentos de pessoas, habitacional e rural, quanto nos segmentos de danos e veículos, o que se refletiu em melhoria no índice combinado", explica a empresa, em documento ao mercado.

A sinistralidade no segmento de pessoas, habitacional e rural teve redução de 81% para 79% na comparação entre os primeiros semestres de 2013 e 2012. Na mesma base de comparação, o índice combinado, que mede a eficiência operacional da companhia, do segmento de patrimônio (auto e danos) registrou queda de 99% para 97%. Neste caso, quando menor, melhor.

A BB Seguridade foi constituída em dezembro de 2012 e, desde então, passou a centralizar as operações do Banco do Brasil nos negócios de seguros, previdência aberta e capitalização, além da oferta de produtos de seguridade por meio de uma corretora própria, a BB Corretora. A companhia tem participações em empresas consolidadas no mercado brasileiro, como Grupo BB Mapfre, Brasilprev e Brasilcap.

Em abril, a BB Seguridade abriu capital. Suas ações estrearam na BM&FBovespa em 29 de abril. Desde aquela data, até o encerramento do semestre, os papéis da companhias apresentaram valorização de 3,5%, enquanto o Índice Bovespa registrou recuo de 12,5% no mesmo período.

Tudo o que sabemos sobre:
bb Seguridadebalanço1º semestre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.