BC da Turquia surpreende com corte de juro de 6,5% para 6,25%

O mercado esperava que o BC mantivesse o juro inalterado, após cortar a taxa 0,50 ponto em dezembro

Regina Cardeal, da Agência Estado,

20 de janeiro de 2011 | 10h43

O banco central da Turquia inesperadamente cortou sua taxa de juro de 6,5% para a mínima recorde de 6,25%, dando continuidade à política de afrouxamento monetário para conter o rápido fluxo de investimento especulativo.

O comitê de política monetária do BC informou em seu site que reduziu a taxa de recompra de uma semana 0,25 ponto porcentual. O mercado esperava que o BC mantivesse o juro inalterado, após cortar a taxa 0,50 ponto em dezembro. Em dezembro, o BC também elevou os depósitos compulsórios para os bancos. Segundo o banco central, o objetivo era desacelerar o crédito e conter a onda de entrada do chamado hot money.

Até agora, não está claro se as medidas do BC estão surtindo efeito. Embora os dados sobre o fluxo de entradas desde o início do afrouxamento monetário não estejam disponíveis, os créditos bancários dispararam 34% em 2010, segundo números divulgados esta semana.

A estratégia do BC é vista como ousada, mas arriscada. A economia da Turquia cresceu 8,9% entre janeiro e outubro do ano passado, registrando uma das taxas mais elevadas do Grupo dos 20. A expansão foi impulsionada pelo juro em níveis recorde de baixa. O banco central aplicou agora seu 15º corte no juro desde o pico de 16,75% em outubro de 2008.

As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
TurquiajuroBanco Central

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.