BC decreta a liquidação do banco BVA

Instituição financeira estava sob intervenção desde outubro do ano passado; bens dos controladores e ex-administradores estão indisponíveis

Célia Froufe e Eduardo Cucolo, da Agência Estado,

19 de junho de 2013 | 19h17

O Banco Central anunciou nesta quarta-feira a liquidação do banco BVA. A instituição estava sob intervenção desde outubro do ano passado. Em 18 de abril, o BC prorrogou o regime especial, que tinha prazo para acabar naquele mês, por mais 90 dias. Pela legislação, o BC pode prorrogar uma intervenção uma única vez, por um prazo de até 180 dias.

De acordo com o ato do presidente do BC, Alexandre Tombini, o relatório do interventor confirma o comprometimento da situação econômico-financeira da entidade e a "grave violação" das normas que disciplinam sua atividade, atestando a existência de passivo a descoberto e a inviabilidade de normalização dos negócios da empresa. O documento nomeia ainda como liquidante do BVA Valder Viana de Carvalho. A data da liquidação extrajudicial será 20 de agosto de 2012.

O BC decidiu decretar a liquidação porque não foram apresentadas quaisquer propostas de solução de mercado. A possibilidade de uma solução havia embasado, de acordo com o BC, a decisão anterior de prorrogar o regime. "Informações do interventor revelam que a situação de insolvência da instituição mantém-se inalterada e indicam a impossibilidade de normalização dos negócios da instituição por seus próprios meios", afirmou em nota.

A nota lembra que o BVA, com sede na cidade do Rio de Janeiro, detinha 0,17% dos ativos do sistema financeiro e 0,24% dos depósitos, com sete agências localizadas nos Estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo. O comunicado salientou ainda que o BC está adotando as "medidas cabíveis" para apuração de responsabilidade.

O resultado das apurações, conforme o BC, poderá levar à aplicação de medidas punitivas de caráter administrativo e ao encaminhamento de comunicação às autoridades competentes. "Nos termos da lei, permanecem indisponíveis os bens dos controladores e dos ex-administradores da instituição." 

Tudo o que sabemos sobre:
BVAbancoliquidaçãoBanco Central

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.