BC e BB assinam novo contrato de custódia de moedas

O Banco Central (BC) e o Banco do Brasil (BB) assinaram hoje um novo contrato de custódia que irá vigorar até 2016. Segundo o BC, o contrato é voltado para a prestação do serviço de custódia de cédulas e moedas à ordem do BC e de atendimento das necessidades de numerário dos bancos. Esse tipo de contrato foi assinado pela primeira vez com o BB em 2005.

EQUIPE AE, Agencia Estado

29 de junho de 2011 | 15h44

O Banco do Brasil é o responsável pela distribuição capilar e pelo atendimento aos bancos, no que diz respeito à movimentação de numerários nas contas de reservas bancárias ou contas de liquidação das instituições financeiras. Segundo nota divulgada pelo BC, não houve outras instituições financeiras interessadas nessa prestação de serviços.

Segundo o BC, atualmente, existem 1.477 pontos de custódias no País. No contrato assinado hoje, informa o BC, uma das novidades é o estabelecimento de metas de saneamento, retirada de notas inadequadas de circulação e distribuição das diferentes cédulas, buscando atender às necessidades do meio circulante.

Tudo o que sabemos sobre:
contratoBCBBcustódiamoedas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.