BC estima dívida externa de US$ 311,47 bi em agosto

O Banco Central (BC) informou que a estimativa para a dívida externa brasileira em agosto de 2013 é de US$ 311,474 bilhões. Em junho, último dado verificado, a dívida estava bem maior, em US$ 318,043 bilhões. No fim de 2012, estava em US$ 312,898 bilhões. A dívida externa de longo prazo atingiu US$ 276,774 bilhões em agosto, enquanto o estoque de curto prazo estava em US$ 34,701 bilhões no fim do mês passado, segundo estimativas do BC apresentadas nesta terça-feira, 24, no relatório sobre o setor externo no mês passado.

CÉLIA FROUFE E EDUARDO RODRIGUES, Agencia Estado

24 de setembro de 2013 | 15h20

De acordo com a instituição, a variação da dívida externa de longo prazo é explicada, principalmente, por amortizações líquidas de empréstimos tomados pelos bancos, de US$ 7 bilhões. "A variação por paridades reduziu o estoque em US$ 618 milhões", disse o BC.

O BC relatou que a taxa de rolagem de empréstimos de médio e longo prazos captados no exterior ficou em apenas 33% em agosto. Para se ter uma ideia do quanto a fatia é baixa, em igual período do ano passado a taxa estava em 201%. A rolagem de papéis ficou em 34% no mês passado. Já a rolagem de empréstimos diretos teve uma taxa de 32%. Em igual período de 2012, a taxa de bônus, notes e commercial papers era de 303% e a dos empréstimos diretos, de 169%.

No acumulado de 2013, a taxa geral de rolagem está em 95%, sendo 111% de papéis e 91% de empréstimos diretos. Em igual período do ano passado, a taxa era de 206% (206% para papéis e 205% para empréstimos diretos).

Mais conteúdo sobre:
contas externasBCagosto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.