BC europeu reduz drasticamente compras de bônus soberanos

A autoridade monetária comprou  € 635 milhões na semana passada, o menor volume desde que as compras foram retomadas

Ricardo Gozzi, da Agência Estado,

12 de dezembro de 2011 | 13h57

FRANKFURT - O Banco Central Europeu (BCE) reduziu drasticamente suas compras de títulos de dívidas soberanas na semana passada. A notícia da desaceleração brusca nas compras de bônus vem à tona depois de o presidente do BCE, Mario Draghi, ter descartado, na quinta-feira, a possibilidade de incrementar as compras de bônus, vistas por muitos políticos, investidores e analistas como "inevitáveis" para deter a crise da dívida na zona do euro.

Na semana passada, o BCE comprou € 635 milhões em bônus de governos no mercado secundário, segundo dados divulgados hoje pela autoridade monetária. Trata-se do menor volume desde a retomada das compras, em agosto. Na semana anterior, o BCE havia comprado € 3,662 bilhões em títulos no mercado secundário.

Itália e Espanha

O BCE voltou a comprar bônus da Itália e da Espanha no mercado secundário hoje, segundo um trader com conhecimento do assunto. "O BCE estava agindo de novo à tarde, mais forte do que na semana passada", comentou.

Segundo esse operador, o BCE comprou títulos de 2 e 4 anos do governo italiano e bônus espanhóis de 8 anos. Os yields dos bônus desses países recuaram de suas máximas após as compras do banco central, com o yield da dívida italiana de 2 anos caindo 14 pontos-base, para 5,85%, e o yield do título espanhol de 2 anos recuando 23 pontos-base, para 4,35%.

O BCE comprou 635 milhões de euros em bônus de governos da zona do euro na semana passada, a menor quantia desde que relançou o programa de aquisições, em agosto.

As informações são da Dow Jones.

(Texto atualizado às 15h29)

Tudo o que sabemos sobre:
bceuropacomprabônus

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.