BC quer reabrir inquérito sobre liquidação da Oboé

O Banco Central criou, nesta quinta-feira, 24, uma comissão específica para "convidar" o ex-administrador da Oboé CFI e da Oboé DTVM, Antônio de Pádua Lopes de Freitas, ambas em liquidação extrajudicial, a prestar esclarecimentos. A autoridade monetária quer, por escrito, explicações sobre as conclusões dos inquéritos pelo qual as duas instituições passaram.

VICTOR MARTINS, Agencia Estado

24 de abril de 2014 | 12h04

A medida foi tomada considerando decisão judicial que reformou sentença e declarou nulidade parcial dos inquéritos nas duas empresas. A comissão do BC será composta por Francisco Ponte de Almeida Júnior, José Roberto Nunes Pires e Luís Sérgio Marques da Silva. O grupo terá de reabrir os inquéritos e tem prazo de 60 dias para apresentar relatório complementar.

Tudo o que sabemos sobre:
OboéBCinquérito

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.