Bernanke diz que mau tempo pode afetar emprego em fevereiro

Dirigente do Fed disse ainda que a inflação se mostra contida no curto e médio prazo

Marcílio Souza,

25 de fevereiro de 2010 | 13h49

O presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke, disse em audiência perante o Comitê Bancário do Senado que o mau tempo pode impactar o próximo relatório mensal de empregos, e alertou que a leitura dos números deve ser feita com cautela.

O relatório de emprego referente a fevereiro será divulgado em 5 de março. Hoje o Departamento de Trabalho dos EUA informou que o número de trabalhadores norte-americanos que entraram pela primeira vez com pedido de auxílio-desemprego subiu 22 mil, para 496 mil, após ajustes sazonais, na semana até o dia 20. Economistas ouvidos pela Dow Jones esperavam queda de 13 mil pedidos e o indicador pesa sobre o mercado de ações.

Bernanke afirmou também que não espera que a inflação irá subir no médio prazo, por causa da capacidade ociosa na economia. "A inflação parece contida e não deverá subir no curto e médio prazo", disse ele.

Bernanke repetiu seu alerta de que as taxas de juros nos EUA e o dólar poderão sofrer se o endividamento de longo prazo não for enfrentado. "Não estou esperando nada no curto prazo, mas é possível que isso (a dívida) leve a uma perda de confiança em aspectos da economia norte-americana", afirmou Bernanke. As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
Federal ReserveBen Bernankedesemprego

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.