BES reverte e diz ter prejuízo por recessão europeia

O Banco Espírito Santo divulgou nesta sexta-feira, 26, um prejuízo líquido de 237,5 milhões de euros (US$ 315,4 milhões) na primeira metade do ano, ante lucro de 25,5 milhões de euros no mesmo período do ano passado. Segundo a instituição, que é o maior banco português em capitalização de mercado, o resultado se deve principalmente à recessão econômica.

Agencia Estado

26 de julho de 2013 | 15h05

"A recessão econômica e as suas consequências, especialmente para as empresas, causaram um aumento no número de insolvências, com impacto direto nas provisões e afetando negativamente a geração de lucro", disse o banco.

O BES informou que os empréstimos que correm o risco de não serem pagos subiram para 10,7% do total emprestado, de 7,9% no primeiro semestre do ano passado. O banco afirmou que vai cortar custos em um plano de três anos, que objetiva poupar 100 milhões de euros até 2015. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Banco Espírito Santo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.