BG tem lucro 22% maior, mas produção estimada cai

O BG Group anunciou alta de 22% no lucro líquido no terceiro trimestre deste ano, graças à maior produção de petróleo e gás e do forte desempenho da divisão de gás natural liquefeito (GNL). No entanto, a petroleira britânica reduziu a estimativa de aumento da produção neste ano para apenas 3% e disse que o crescimento em 2013 também será menor que o esperado, em razão de problemas em campos no Reino Unido e no Egito e aos menores preços do gás natural nos EUA. Às 8h (de Brasília), BG despencava 13,13% na Bolsa de Londres.

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

31 Outubro 2012 | 08h17

A terceira maior companhia de petróleo e gás do Reino Unido em valor de mercado teve lucro líquido de US$ 1,29 bilhão no terceiro trimestre, em comparação com US$ 1,06 bilhão no mesmo período do ano passado. O resultado superou a previsão dos analistas, de US$ 1,09 bilhão. Ajustado pelos custos ou ganhos não derivados de suas operações regulares, o lucro da BG foi de US$ 1,19 bilhão, acima de US$ 1,02 bilhão um ano antes, mas menor do que a previsão dos analistas, de US$ 2,06 bilhões.

A receita subiu 2,2% no trimestre, para US$ 5,59 bilhões, de US$ 5,47 bilhões um ano antes. Com relação à produção de petróleo e gás, o total foi de 646 mil barris de óleo equivalente (boe) por dia, alta de 4,6% sobre o terceiro trimestre de 2011. As estimativas eram de 664 mil boe/dia.

A BG anunciou também que concordou em vender para a chinesa Cnooc uma fatia adicional de 40% em um projeto de GNL em Queensland, na Austrália, por US$ 1,93 bilhão, dando à Cnooc metade do controle da instalação. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.